quinta-feira, 2 de julho de 2009

FAQ: Hélio Jorge Cordeiro


FAQ: Hélio Jorge Cordeiro (inspirado no FAQ: Felipe Damo*)

Por que você escreve?
- Ora, porque não encontro outra coisa pra fazer e porque aprendi desde pequeno. Aliás, foi a Professora Dona Corina que me fez escrever a primeira frase: “O Vovô viu a Uva”
Não pensa em publicar?
- Não, não penso, por porque já publiquei e estou publicando. Quem pensa só pensa, né?
Você foi um dos criadores do CLAP*. Como foi a experiência?
- Não, nunca fui. De onde você tirou essa idéia?
Quem nasceu primeiro, o CLAP ou o Sarau Benedito*?
- Essa é muito boa. Como vou saber, cara?! Vai perguntar pros caras, meu!
Você escreve desde quando?
- Desde quer fui alfabetizado, cara. Sabe aquela coisa: B-A, BA, B-E, bé, B-I, B-O, bó...Já falei que quando a Professora Dona...Ah, cê já sabe!
Quais autores te influenciaram mais?
- Nenhum. Num sou e nem nunca fui influenciado por quem que quer seja, amigo.
Você prefere escrever poesia ou crônicas?
- Ih, cê errou de novo! Hehehe! Nenhum, nem outro.
O amor é um tema recorrente em seus textos…
- Cê tá de brincadeira, né?!
Quais são os planos pro futuro próximo?
- Acabar com isso o quanto antes e beber um chop, de preferência sozinho. Fui!
------------------------------------------*------------------------------------------------------
*Felipe Damo, é jornalista, poeta e crônista, de Itajaí, SC.(
http://felipedamo.wordpress.com)

*CLAP: caderno literário, nascido na cidade de Itajaí, SC, e editado por poetas, músicos, romancistas, crônistas e jornalistas locais. Ah, já colaborei com alguns contos meus na referida publicação, assim como, já participei do Sarau Benedito.

*SARAU BENEDITO: Sarau literário, nascido também em Itajaí, pelos mesmo criadores do CLAP.

4 comentários:

Enzo Potel disse...

muito bom Héliooo! muito bom !!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Hélio Jorge Cordeiro disse...

Aê, Potel! Quantos post atrás que não nos falamos, nêgo!

Anônimo disse...

deixa que vou preparar minhas perguntas pra ti...hehehehehe


filipei damov

Hélio Jorge Cordeiro disse...

hehehe, manda ver! isso me lembrou um cara que era sucesso na tv dos anos 60, chamado o Homem do Sapato Branco. Todo mundo temia o sujeito! rsss